2018 vai ser bom?

02/01/2018 at 3:38 PM 3 comentários

Começo o ano voltando a escrever no meu blog.

E, ao contrário do que sempre fiz, minha ideia agora é conversar com vocês, em vez de publicar textos interessantes que encontrava por aí..

E quero começar reforçando um aspecto que tenho repetido insistentemente em minhas conversas: a melhoria do futuro está muito mais dentro das empresas do que fora delas.

Não sou otimista em relação ao que o governo atual e o futuro (seja ele qual for) possa melhorar a vida das empresas. Acho que a economia melhora, mas o ambiente continuará pouco propício ao desenvolvimento e evolução das empresas.

Pior do que o aspecto econômico, no que tange à educação estamos regredindo a olhos vistos. Vemos poucos talentos saindo das escolas. Mais uma vez, as empresas estão ocupando o papel do estado e sendo obrigadas a assumir a missão de formar os talentos para os seus quadros.

Porém, como tudo na vida, isto tem um lado ruim e um lado bom. O lado bom é que as empresas que desenvolverem a sua gestão no sentido de organizar o seu trabalho, entender o seu cliente e preparar a sua equipe terão um diferencial competitivo monstruoso…

Infelizmente, é a versão empresarial do ditado “em terra de cego….

As empresas que escolherem não serem cegas, vão prosperar e crescer em 2018 e nos anos seguintes. Essa é a minha opinião!

O que vocês acham disto?

Gostaria de ver os seus comentários….

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

As competências mais valorizadas até 2020, segundo o Fórum Econômico Mundial Você tem metas?

3 Comentários Add your own

  • 1. Antonio Matos  |  02/01/2018 às 3:52 PM

    Boa tarde Profº Botana!

    Primeiramente o parabenizo pelo excelente texto e visão e, principalmente por compartilhar conosco.

    Concordo plenamente, as empresas tem a missão de formar pessoas além de gerar riquezas.

    Grande abraço!

    Responder
  • 2. cleber souza melo  |  02/01/2018 às 4:18 PM

    Boa tarde.
    Muito bom iniciar o ano com este post, como funcionário vejo isto ocorrendo.
    A empresa que trabalho, na gestão propícia justamente ter talentos prontos, não formados e estamos com uma lacuna muito grande de ausência de talentos e o mercado não propricia está competência. Os novos querem ocupar o lugar sem ao menos ter o mínimo de aptidão para o cargo, faltando iclusive o básico. .

    Responder
  • 3. José Pires de Araújo Jr  |  02/01/2018 às 8:09 PM

    Parabéns pelo retorno do blog.
    Quanto ao texto, concordo c você, quem estiver estruturado para a retomada sairá na frente.
    Abraços.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


janeiro 2018
D S T Q Q S S
« abr   fev »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: