Marketing em prol do crescimento – Philip Kotler – (Fonte: www.hsm.com.br)

25/06/2012 at 12:31 PM Deixe um comentário

Inovar em modelo de negócio é papel do marketing, cuja amplitude de ação está atrelada à visão que o CEO tem da área

“A função do marketing é ajudar a criar um plano de crescimento para a empresa”, afirmou Philip Kotler durante sua apresentação na primeira manhã do Special Management Program da HSM. Segundo ele, a inovação em modelo de negócio é a chave para esse crescimento.

Seu conselho é taxativo: “Comece a se autocanibalizar antes que os outros o façam. Tome a iniciativa de se tornar obsoleto”. A história dos negócios é plena de exemplos que mostram como modelos de negócio são superados. A Barnes&Noble, primeira livraria a oferecer espaço para café, palestras e leitura, é um desses casos. “Esteja ciente de que alguém está tentando fazer mais barato do que você, melhor, ou os dois ao mesmo tempo”, alertou o professor.

O dilema da inovação

De acordo com Kotler, é questionável se a inovação traz o ROI (Return Over Investment), porque pode ser copiada rapidamente. Buscamos ao menos o break even point na inovação, mas nem sempre ele vem, e podemos morrer investindo, já que nove entre dez inovações fracassam. No entanto, se não inovarmos, morreremos também. Esse é o dilema atual.

Nesse sentido, Kotler concorda com a política da Intel: quando percebe que algo não vai funcionar, abandona o projeto, cortando o mal pela raíz e aprendendo com a experiência. Sua recomendação aos gestores é investir em gerenciar o presente, esquecer seletivamente o passado e criar o futuro.

Ao gerenciar o presente, deve-se cortar o que não traz lucro, sejam produtos, segmentos ou clientes, e buscar a eficiência das operações. Para esquecer seletivamente o passado, é preciso aproveitar oportunidades e explorar mudanças não lineares. Cria-se o futuro, contudo, formulando-se um novo projeto estratégico, que traz direção, motivação e desafios para todos na organização.

O CEO e o diretor de marketing

Para Kotler, a qualidade da área, em qualquer empresa, depende do CEO. A maior parte dos presidentes de empresa vem de outras áreas e, portanto, não entende de marketing. Muitos são “CEO 1P”, isto é, que só se preocupa com promoção e diz: “Preciso de uns folhetos…”. Nessa empresa, a área de marketing não se preocupará com preço, desenvolvimento de produtos, ou canais de distribuição.

O “CEO 4Ps” é quem tem o melhor controle do processo todo, mas o CEO STP ainda o supera. STP é a sigla para Segmentação, Targeting e Posicionamento. Nesse caso, para cada segmento, cria-se um plano com os 4Ps. “Prefiro, ainda, que o CEO tenha uma visão como a de A.G. Lafley”, disse Kotler. Lafley, ex-Procter & Gamble, dizia que era responsável “por marketing e tudo o mais”. Assim, todos na empresa estavam fazendo marketing, ou sintonizados no cliente.

O diretor de marketing é quem deve lembrar as pessoas que elas fazem coisas que podem atrapalhar o cliente. Ele ainda deve monitorar as mudanças para obter insights para novos produtos e serviços e levar a empresa ao crescimnto.

É também papel desse diretor proteger a marca e reenergizá-la. Ele deve se atualizar para ser capaz de fazer análises preditivas e outras. Por meio de seu conhecimento, esse executivo enriquece o portfólio da companhia e amplia sua sinergia, avaliando que produtos estão crescendo, quais estão estáveis e quais declinam.

Finalmente, o diretor de marketing deve oferecer evidências de criação de lucro. “No passado, não falávamos disso, mas temos de justificar nosso orçamento pelo ROMI (Return over Marketing Investment)”, explicou o palestrante, reconhecendo que o desafio para o executivo da área é grande. A recomendação aos profissionais é que escolham duas dessas tarefas, dediquem esforços a elas e mostrem ao CEO que seu trabalho traz resultados.

Portal HSM

Anúncios

Entry filed under: Gestão.

Competição interna: isto é saudável? – Texto de Abraham Shapiro – (Fonte:www.hsm.com.br) Faculdade Senai de Tecnologia Gráfica – TCCs 8º Semestral – REDUÇÃO DO RETRABALHO NA ÁREA DE IMPRESSÃO OFFSET EDITORIAL ATRAVÉS DA MELHORIA DO FLUXO DE TRABALHO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


junho 2012
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: