A Edição impressa da Enciclopédia Britannica acabou. E o resto? Vai acabar?

15/03/2012 at 10:00 AM 4 comentários

Recebi ontem de 3 fontes diferentes a informação do término da edição impressa da Enciclopédia Britannica depois de 244 anos, sendo que agora ela será 100% digital.

Este assunto retoma as preocupações das gráficas editoriais sobre os destinos dos nossos produtos e por conseguinte das nossas empresas.

Veja, por exemplo, um trecho do email que recebi do meu aluno Gilmar Pereira:

“Trabalho no ramo editorial, a gráfica é 90% do segmento de livros didáticos e paradidáticos, e gostaria de entrar com um tema no seu blog. Recentemente li aqui no seu blog sobre importações de livros didáticos a exemplo do (PNLD) que o governo ampliou em quase 70% as encomendas no exterior em 2011, justificando o custo do Brasil e que as gráficas não iriam atender os prazos estipulados no edital.

Hoje vi uma reportagem na folha falando sobre a enciclopédia britânica que acaba com a edição impressa e se torna 100% digital.

Então pergunto? Qual será o futuro das gráficas editoriais? Em quanto tempo elas conseguem sobreviver, 10 anos? Já tem estudioso de tendências de mercado falando que a ultima máquina off set vai ser produzida em 2028? Falo isso porque estou estudando e trabalhando em um segmento que corre o risco de talvez se acabar, acho que seria um bom tema, pois discuto isso frequentemente na faculdade com meus colegas.”

Vou dar a minha opinião, mas gostaria que todos os interessados postassem comentários sobre o assunto:

Acho que haverá espaço para produtos impressos e produtos digitais. Mas concordo que a fatia impressa tende a crescer menos, ou estagnar ou até cair a médio/longo prazo.

Acredito também que dentro do ramo editorial alguns produtos tendem a migrar mais rápido do que outros para as mídias digitais. E certamente as enciclopédias de consulta fazem parte deste grupo.

Por outro lado, tenho comentado frequentemente em minhas aulas que acredito firmemente no crescimento do nosso país nos próximos anos, o que traria para o mercado de consumo uma nova leva de leitores, que iriam tanto para as mídias digitais como para as impressas.

Acho que teremos mudanças, mas eu não acredito que devamos “abandonar a carreira” e procurar novos rumos. O mundo não vai acabar…. Mas vai mudar bastante e precisamos nos preparar para isso.

Repito, eu gostaria muito de ver a opinião de vocês aqui no blog

Comentem!!

Botana

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Geração Y – Texto de Rita Loiola (Fonte: revistagalileu.globo.com) Administre resultados – Texto de Abraham Shapiro (Fonte: www.hsm.com.br)

4 Comentários Add your own

  • 1. Roberto Silva coutinho  |  15/03/2012 às 10:14 AM

    Bom dia.
    As mídias impressas e digitais, vão estar sempre presentes, pois a revolução tecnológica, estando a cada dia mais veloz tende a ocupar uma fatia importante em vários segmentos onde o impresso dominava. Hoje em dia, o fator “Pesquisa Rápida” força os gráficos do segmento editorial para a educação e literatura a estudar muito bem até onde o interesse por um livro vai chegar, tendo em vista que o acesso à informações digitais cresce. O crescimento digital vai sufocar o editorial, mas, entendo que como ocorreu quando da chegada dos CD’s, que pulverizou a fabricação de Vinil, em algum momento, o editorial possa retomar o seu lugar de importância. Por experiência própria, eu não acho muito agradável analisar uma fotografia de arte, um catálogo de jóias, um Flyer de lançamento de um carro por exemplo em um Tablet. Prefiro muito mais ter a sensação do toque, da facilidade do manuseio, e umas outras coisas agradáveis do impresso que não consigo explicar. Mas a briga vai ser dura. Muito dura.

    Resposta
  • 2. J.c. Cardoso  |  15/03/2012 às 10:27 AM

    Como já disse em meu TCC, certamente o uso do papel vai cair (muito embora ache que o reciclado artesanalmente, muito mais por ser artesenal do que por ser reciclado) vai continuar firme e forte para pequenas tiragens.
    Mas creio que num futuro a muito longo prazo (séculos e séculos), vá acabar, sim, como acabou a escrita em tabuletas, em pedra, nas paredes…
    Por sorte, nós, da área gráfica, não vamos mais estar aqui…
    ;o)

    Resposta
  • 3. J.c. Cardoso  |  16/03/2012 às 3:45 PM

    Ainda sobre o mesmo assunto, vale uma lida na Folha de hoje:

    www1.folha.uol.com.br/colunas/clovisrossi/1062770-acabou-o-papel-nao-o-jornalismo.shtml

    Resposta
  • 4. Lucas Schuskel  |  27/03/2012 às 1:51 PM

    Botana, fiz minha monografia da pós-graduação baseada no comportamento do consumidor leitor de revista impressa x leitor de revista digital. Pude perceber que as pessoas que foram educadas na base do livro, jornal e revista impressa, não tendem a migrar para o digital pois o meio impresso ainda proporciona credibilidade. Porem, para aqueles que ja utilizam notebooks na escola, que acompanham blogs, redes sociais, etc, esses declaram não sentir falta do meio impresso. Uma das grandes vantagens do impresso era a portabilidade, voce pode levar para onde quiser, cabe em uma mochila, bolsa, sacola, coisa que o digital não tinha. E agora com a chegada dos e-readers, tablets e smatphones, internet 3G, wi-fi, tudo isso aumenta o acesso ao conteudo em qualquer lugar onde você esteja. Por isso concordo com o que disse sobre a existencia das duas midias, mas acredito que a curva de declinio do impresso esteja mais para o medio prazo do que para o longo prazo.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


março 2012
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: