Combatividade & Facilidades : o que cria um ser humano invencível ? – Texto de José Luiz Tejon Megido (Fonte: www.exame.com.br)

16/09/2011 at 10:21 AM Deixe um comentário

Voltei a treinar natação. Um nadador bom faz 50 metros de 30 segundos para menos. Eu levo dois minutos, uma ” anta ” nadando. Aí o professor me deu um ” pé de pato “. Com esse adicional facilitador, meu tempo caiu para um minuto.

Então filosofei : o que as facilidades podem fazer para a criação de um ser humano invencivel ? Se o espírito humano for combativo, de força resiliente, superante pela vontade da alma, imagino que o melhor das estruturas oferecidas : educação, saude, conforto, instrumentos, agiriam no auxilio direto à uma área da excelencia humana naquela pessoa.

Por outro lado, a ausencia das facilidades, mais obstáculos, barreiras, só iriam diminuindo – naturalmente, o acesso de mais pessoas ao nível de qualidade elevada.

Entretanto, um espírito guerreiro, combativo, resiliente e com vontade d’alma, também consegue forjar seu caminho mesmo em condições adversas.

Esses são os que costumamos eleger para oferecer como exemplo ao universo humano terreno.

Curioso é ver que muitos que contam com todas as facilidades imagináveis, ou seja, tem suas ” piscininhas particulares “, do bom e do melhor, todas as oportunidades, por ausência de uma força combativa ética e íntima, desdenham, desperdiçam e jogam fora esses tão raros recursos.

Agora, imaginem a população que não nasce com suas fortalezas desenvolvidas, e nem isso vem a ocorrer na educação, na infância, e que ainda nem recebem ” facilidades “, imaginem como termina sua trajetória ?

Nietzche, o filósofo, afirmava que não podemos exigir que todos os humanos na terra tenham almas fortes. E, que precisamos compreender as fracas ( mas sem nos subjugarmos à elas… e assim falou Zaratustra !! ) .

O importante é perceber que criar um ser humano invencivel, aquele que supera a si mesmo, e sai da vida melhor do que nela entrou, exige não apenas a criação e a oferta das facilidades, do meu ” pé de pato “; exige – acima de qualquer coisa a dominância da combatividade, do bom combate. O sentido e o significado que sempre estão em lugares muito mais elevados do que os contextos em si mesmos.

Todo mundo pode voar. Decidir pela felicidade talvez seja o código que acessa todas as superações.

José Luiz Tejon é publicitário, jornalista, autor e co-autor de 27 livros, como “O vôo do cisne”, “A grande virada – 50 regras de ouro para dar a volta por cima” e “Luxo for all”. É presidente da TCA Internacional, com parcerias na Europa, Estados Unidos, China e Israel. tejon@tejon.com.br

Anúncios

Entry filed under: Geral.

Revolução silenciosa (Fonte: www.hsm.com.br) O livro de papel ainda é o mais ambientalmente correto – Texto de Dieter Brandt (Fonte : Revista Graphprint)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


setembro 2011
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: