Sete Componentes que fundamentam a formação e excelência de um polo de investimentos e negócios (Fonte: “Atratividade do Brasil como Polo Internacional de Investimentos e Negócios” – BRAiN Brasil Investimentos e Negócios)

17/06/2011 at 10:42 AM Deixe um comentário

1) AMBIENTE MACROECONÔMICO: Um crescimento econômico contínuo e regular e uma baixa incerteza sobre os níveis de taxa de juros ou sobre a taxa de câmbio são exemplos das condições que alicerçam o desenvolvimento de investimentos e negócios em um país

2) AMBIENTE INSTITUCIONAL: A capacitação de um país como polo, principalmente em relação a outros centros, também reside em um Estado de Direito sólido, na possibilidade dada aos agentes econômicos de cumprirem rapidamente suas obrigações, e na transparência e eficiência dos processos administrativos.

3) TALENTOS E CAPITAL HUMANO: Um conjunto de talentos suficiente tanto em termos quantitativos quanto qualitativos, um forte alinhamento entre as capacidades acadêmicas e as necessidades do mercado de trabalho e a possibilidade de se atrair especialistas de fora do país são alguns dos requisitos a serem cumpridos por um postulante a polo internacional.

4) INFRAESTRUTURA FÍSICA: Opções de transporte multimodais que permitam a entrada e a saída do polo, bem como a movimentação interna e o acesso a uma rede de telecomunicações competitiva em desempenho e em custos são elementos evidentes entre os fatores de sucesso de um polo.

5) INFRAESTRUTURA FINANCEIRA: A presença de intermediários financeiros capacitados, o acesso contínuo a diversas fontes de financiamento e a existência de instrumentos para a mitigação de riscos ajudam diretamente o desenvolvimento de um polo de investimentos e negócios.

6) CONECTIVIDADE: Um intenso fluxo de comércio de bens e serviços, de movimentação de capitais e de pessoas constitui um elemento vital para nutrir continuamente um polo de investimentos e negócios.

7) IMAGEM DO PAÍS: A percepção positiva externa sobre as condições gerais de um país representa um ativo importante para a consolidação de um polo, em particular para atrair talentos e empresas.

Anúncios

Entry filed under: Geral, Gestão, Tecnólogo Gráfico - Qual o caminho?.

Onde está aquela talentosa Geração Y? – Texto de Sidnei Oliveira (Fonte: www.exame.com.br) Curso: “Custos e Formação de Preços para a Indústria Gráfica” – Flávio Botana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


junho 2011
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: