Com base em Twitter e Reader, a revista para iPad Zite oferece apenas matérias que interessam ao leitor (Fonte: O Globo)

15/03/2011 at 9:40 AM Deixe um comentário

Imagine uma revista em que absolutamente todas as reportagens, em tese, te interessam. Pois estreou nesta quarta-feira na App Store um aplicativo gratuito para iPad cuja proposta é justamente essa: uma revista digital que, baseada nos dados de tráfego do usuário na internet e nas redes sociais, oferece a ele apenas o conteúdo que tem a ver com o leitor.

A Zite, nascida no departamento de inteligência computacional da Universidade Columbia, em Vancouver, Canadá, levanta os hábitos de leitura do usuário a partir de suas contas no Twitter e no agregador de feeds Google Reader – o Facebook foi descartado porque a atividade heterogênia da rede social poderia confundir os algoritmos da revista.

Com base nisso, rastreia a web à procura de reportagens e posts em blogs com potencial para satisfazer o gosto do leitor. O sistema se aperfeiçoa com o uso, pois a revista registra quais artigos o usuário clicou e, assim, conteúdos semelhantes ascendem no sistema de classificação da Zite.

“Como alguém que é regularmente sobrecarregado por informação, sobre notícias de tecnologia por si só, achei a Zite uma grande ajuda. Me peguei checando ansiosamente o que o aplicativo havia selecionado pra mim toda vez que eu pegava o iPad. E me vi lendo arigos de fontes que eu não costumo ler”, escreveu a jornalista Katherine Boehret, do “Wall Street Journal”, que testou a Zite por uma semana antes do seu lançamento.

As matérias aparecem em praticamente todos os casos na formatação da própria revista. Dessa forma, o usuário não clica para ser direcionado ao site do GLOBO, por exemplo. O diretor geral da Zite, Ali Davar, diz que o aplicativo não deve incomodar, por enquanto, os editores. Mas é provável que isso aconteça, já que os sites acabam perdendo cliques. Mas Davar afirma que, como contrapartida, vai compartilhar com os publishers sua base de dados sobre as preferências dos usuários em formato agregado.

Davar nega ainda que vá vender essas informações a terceiros, mas admite que vai utilizá-la num futuro sistema de publicidade (por enquanto, a Zite está livre de propagandas).

A Zite não é o primeiro programa que oferece conteúdo personalizado. Há outros, e o mais usado deles é o Flipboard, lançado no meio do ano passado. A diferença é que o Flipboard se baseia apenas no Twitter e no Facebook do usuário, enquanto que a Zite tem abrangência mais amplas que as redes sociais.

(Obrigado JC pela informação…)

Anúncios

Entry filed under: Gráfica, Tecnólogo Gráfico - Qual o caminho?.

Pós Offset – Notas de Aula – Custo da Qualidade Leitura e receita publicitária on-line superam jornais em papel nos EUA (Fonte: O Globo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


março 2011
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: