Porque não devemos recomendar o uso diário do álcool – Texto da Dra Ellen Simone Paiva e da Dra Amanda Epifânio Pereira (Fonte: Blog Comer Sem Culpa)

10/02/2011 at 9:25 AM Deixe um comentário

Na última semana nós escrevemos no blog várias vezes sobre álcool e os seus possíveis benefícios à saúde. Em todas elas, nós não conseguimos deixar de alertar para os conhecidos riscos inerentes do hábito de beber. Não fazemos apologias contra o consumo social e eventual de bebida alcoólica, pois não há como negar a delícia de uma taça de vinho ou de uma cerveja bem gelada compartilhada com os amigos ou familiares. Mas não podemos deixar de nos posicionar contra o uso do álcool como remédio e sua prescrição por parte dos profissionais de saúde.

A Dra Marie Pasinski, médica especializada em neurologia do Massachucetts General Hospital, chama a atenção para o equívoco dos posicionamentos, inclusive da classe médica, de que o vinho e o álcool, usados moderadamente e regularmente, poderiam fazer bem à saúde. Principalmente ao coração e ao cérebro. Segundo a médica, um fato incontestável é a natureza neurotóxica do álcool. Álcool em excesso causa lesões no sistema nervoso, em particular, nas células responsáveis pela memória e caso não haja uma redução no consumo, a demência é uma conseqüência natural. Em alguns estudos com Ressonância Nuclear Magnética nós podemos notar a atrofia cerebral causada pelo álcool em bebedores moderados. Lesões ainda mais graves podem ocorrer em cérebros de adolescentes com a ingestão intensiva do etanol.

A tolerância individual ao álcool é muito variável e doses menores do que aquelas ditas moderadas podem aumentar a morbidade e a mortalidade, propiciar acidentes, aumentar a violência urbana e doméstica, estimular a atividade sexual de risco e predispor ao abuso e à dependência do álcool.

Para as mulheres, os trabalhos mostram um aumento do risco de câncer de mama, fígado, boca, garganta e esôfago quando elas ingerem uma dose diária, seja ela de vinho, cerveja ou destilados. A conclusão desses estudos pelo National Cancer Institute foi de que “ do ponto de vista do risco de câncer, não há uma ingestão alcoólica segura”. Pode-se argumentar que esse também é um estudo observacional e, portanto, como aqueles que falam a favor do consumo do álcool, pode ser muito falho. Apesar disso, serve pelo menos para não deixar as pessoas tão seguras quanto aos tão propagados benefícios do consumo regular do álcool e aos profissionais de saúde, para deixarem de fazer tal recomendação aos seus pacientes.

Anúncios

Entry filed under: Geral.

1º Semestral – Exercício do Chinês 8º Semestral – Norma para elaboração de Pré-Projeto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


fevereiro 2011
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728  
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: