A Internet e o Efeito Tela ( Fonte: Revista HSM Management Edição 83)

04/01/2011 at 10:10 AM Deixe um comentário

Susan Greenfiedl, especialista da Oxford University, põe lenha na fogueira online ao aventar as consequências da hiperestimulação visual atual sobre nosso cérebro.

“A base biológica de nossa mente é a personalização do cérebro, ou seja, redes neurais que vão se desenvolvendo à medida que amadurecemos”, diz Susan Greenfield, professora de farmacologia da Oxford University e especialista em neurologia. Ela se preocupa com o impacto, sobre nosso cérebro, da internet e todas suas telas, fixas ou móveis.
A hiperestimulação visual a que somos submetidos, afirma Greenfield, muda drasticamente o processo de geração de ligações entre os neurônios. A velocidade e a multiplicidade de mensagens na tela reduziram nossa capacidade de manter a atenção e reter o que vemos, lemos ou ouvimos, nos tornaram mais sensíveis aos apelos sensoriais e com menor capacidade de abstrair, conclui. E o batiza de “efeito tela”.
Michael Merzenich, professor emérito da University of California, autoridade no que se refere à plasticidade do cérebro, tem a mesma opinião: “ O cérebro humano é muito plástico, os neurônios e as sinapses são modificadas pelas circusntâncias”. Isso significa que, quando nos adaptamos a um novo fenômeno, o cérebro muda e continua se reordenando, mesmo quando não estamos diante do estímulo.
Se, no mundo online, exercitamos os circuitos neurais para “ver” rapidamente a tela e fazer várias coisas ao mesmo tempo (multitarefa) e vamos “relegando aqueles que nos permitem entender e refletir” – treinando nosso cérebro para prestar atenção ao que não tem utilidade-, isso também acontece off-line.
Um estudo recente da Stanford University parece confirmar o fenômeno. Dois grupos de pessoas foram estudados: fanáticos pelas tarefas múltiplas e simultâneas e”multitaskers” medianos. Os primeiros não conseguiam se concentrar em tarefa alguma, distraíam-se com mais rapidez e tinham menos memória que os segundos. Clifford Nass, um dos responsáveis pelo trabalho, concordou com Merzenich: “Eles se tornaram aspiradores de irrelevâncias”.

Anúncios

Entry filed under: Geral.

Você é um consumidor Sustentável? (HSM Online) Gary Hamel: Não se resolve novos problemas com velhos princípios (HSM Online)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


janeiro 2011
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: