Internet: fermento da estratégia competitiva das empresas – Texto de Daniel Domeneghetti – HSM Online

08/09/2010 at 12:13 PM 1 comentário

Segundo Michael Porter, um dos maiores especialistas em estratégia corporativa, “a internet não muda as regras do jogo para as indústrias existentes ou companhias estabelecidas”. Porter afirma que a internet não substitui a estratégia, torna-a mais relevante.

Depois de mais de 10 anos trabalhando em grandes projetos corporativos de estratégia digital – nas mais variadas naturezas e para os mais diferentes setores – podemos dizer, com segurança, que concordamos em parte com sua constatação e entendemos que a internet, para ser implementada com sucesso e eficácia em uma empresa, deve responder às seguintes perguntas:

1. Como sua adoção ou implementação, na forma de projetos de infra-estrutura, relacionamento, transações, automações, comunicações, branding, colaboração, dentre outros, fomentará vantagem competitiva à empresa (ou acelerará seu momento) e

2. Como esses projetos gerarão e/ou protegerão maior valor aos acionistas.

Sem essas respostas tangíveis e comparáveis, a web corporativa é só modismo, fumaça, barulho, inveja do vizinho ou influência do sobrinho.

As verdadeiras vantagens competitivas para as empresas se encontram em diferenciais fundamentais, como o oferecimento de valores únicos e exclusivos aos clientes; conhecimento e práticas de negócios próprios e valiosos; um melhor posicionamento dos produtos; processos de produção mais ágeis e eficientes; flexibilidade de trabalho anytime-anywhere; melhores serviços aos clientes; abordagens integradas multicanais e relações mais transparentes com os diversos públicos corporativos. Efetivamente, a internet pode remodelar esses critérios, mudá-los de escopo, valorizá-los… Mas não suplantá-los.

Com isso, obviamente, a Internet é uma vantagem competitiva não duradoura.

Daniel Domeneghetti é sócio-fundador da E-Consulting e CEO da DOM Strategy Partners.

Anúncios

Entry filed under: Gestão.

Simplicidade, um assunto complexo – Texto de Luiz Alves Reflexões para a Indústria Gráfica (citações de Joe Webb) – Parte 2

1 Comentário Add your own

  • 1. wagner brito  |  21/09/2010 às 12:02 PM

    Botana muito bom o seu blog

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


setembro 2010
D S T Q Q S S
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
Participe com seus comentários!!! Divulgue o blog!! Vamos criar mais um fórum de debates da indústria gráfica!

Tópicos recentes

Feeds


%d blogueiros gostam disto: